Como manter a amamentação voltando ao trabalho?

Retornar ao trabalho, por si só, já é um desafio. Podemos listar aqui infinitas inseguranças que surgem na mãe no término da licença maternidade, mas tem uma que grita mais alto.

Como manter a amamentação voltando ao trabalho?
Nas mais diferentes funções e rotinas esse é um desafio possível e nunca será uma barreira. Vou explicar porquê:

1- nesse momento a produção de leite materno está bem estabelecida
A fase inicial, das primeiras semanas de vida do bebê, é essencial e definidora no sucesso da amamentação. É neste período que acontece a “comunicação” entre bebê e mãe. Em que se constrói o vínculo, em que o corpo da nova mãe se organiza para produzir a quantidade necessária de leite para aquele bebê, em que surge uma rotina e regularidade das mamadas. Costumo comparar esta fase a uma complexa e duradoura engrenagem, uma vez encaixadas as peças, ela segue funcionando espontaneamente por muito tempo. No retorno da licença maternidade essa engrenagem já está funcionando muito bem e podemos lançar mão de uma alternativa muito resolutiva e eficaz no sucesso do aleitamento : a bombinha de extração

2- Bomba de extração
Se essa mãe cumprirá uma jornada de 8h de trabalho ela precisará ordenhar seu leite para que seja oferecido ao bebê na sua ausência, e para isso a bombinha vira sua grande aliada no sucesso desse projeto e a mamadeira também. Neste momento ela não é mais uma vilã. Usando a bomba diariamente em diferentes momentos, além de extraírmos o alimento mais rico e valioso para o bebê, também simulamos o estímulo da sucção na mama e isso mantém a produção de leite em alta e no volume necessário. Para este sucesso a boa alimentação e hidratação são definidoras. Saiba que pela manhã a produção de leite materno costuma ser melhor do que à noite e se organize nessa jornada que será um pouco cansativa mas valerá muito a pena para a proteção do bebê e a prevenção do câncer de mama para a mãe.

3- congelamento do leite materno
O leite materno, quando corretamente acondicionado, pode durar até 15 dias no congelador. Um grande trunfo da mãe que pode iniciar sua extração e montar um estoque antecipado para retornar tranquila.

Nunca devemos esquecer que cada mãe tem um caminho diferente com dificuldades e obstáculos individuais e devemos sempre respeitar suas escolhas mas o leite materno é o melhor e mais rico alimento para o bebê nos primeiros 6 meses de vida e segue tendo muita importância até os 2 primeiros anos. É possível manter a amamentação após o retorno ao trabalho, siga firme no seu propósito e sempre acione sua rede de apoio quando precisar.

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x